15 de fev de 2008

Quimica



O verão está acabando
E só me restará nós dois
Num romance louco, inusitado
Imaculado
Nosso... meu
Nenhuma nova foi tão boa como você

Embora muito pouco eu saiba de ti
Quase nada
Um quase que alimenta meus anseios
Um nada que destrói meus desejos
Desse jogo perigoso que criei
Onde me encontro praticamente sozinha

Sei que te quero mais que tudo
Em todo o mundo
Sei que meu amor por ti é de graça
Sei que tens outra pessoa
Sei que a gostas muito
Sei que serás feliz, mas não como comigo

Adoro teu jeitinho de balançar a cabeça
Teu jeito de não concordar com minhas sentenças
Adoro sua extroversão contida
E ainda mais sua timidez declarada
Únicas
Tuas

Se eu já acreditava
Naquela coisa de pele
Tu és a quimica encarnada
A prova real
Daquele amor do olhar
O primeiro deles.


Tainã Alcântara




Essência

Garrafas de cerveja
espalhada pelo chão
um sapato perdido (velho)
lembrando a confusão
o samba de ontem não acabou bem
o samba de ontem não
acabou bem, não
porque, porque
o samba não é só um dia
o samba
não é só folia
o samba se parece com a vida
nasce e morre todo dia
pra ser

essência
corpos e construções essência
beijos e lições essência
corpos e construções essência
entre beijos e lições essência...

Wilson Simoninha

8 de fev de 2008

Poemeto do (des)amor - Imitando Jairo Sá




"...entregou-se de corpo e alma e foi feliz"

Meu bem,
Só os idotas acreditam em tal
Àquele que realmente se aventura
Chamam-no amaDOR
Porque amar, dói.

Tainã Alcântara

7 de fev de 2008

POEMETO(S) DA (IN)FELICIDADE




"... E foram felizes para sempre",
Meu amor,
Só aos idiotas acontecer sói.
Àquele que se inquieta
Chamam-no pensaDOR.
Porque pensar dói.

(Jairo Sá)



Cansei de esperar que os dias fossem flores
quero o brilho eterno de muitos amores
pensantes, coloridos
felizes ou infelizes
com toda a dor de ser espinho


Tainã Alcântara

5 de fev de 2008

Luto de Carnaval


Carnaval!
um misto de magia e realidade
onde cada um escolhe quem quer ser
Carnaval este
que disfarça os terrores
esconde os temores
mas que nunca deixaram de existir!
Carnaval... sem você tudo seria mais triste
mais também seria mais fácil
Mais uma vida se foi
e embriagados com a luz da festa
quase acreditamos que não é verdade!
Fica em paz! O carnaval será feito pra lembrar de ti!
Ninguem nunca esquecerá que Bonfim enterrou mais um de seus queridos e jovens filhos!
Força a familia e amigos!
Força para a cidade recuperar a alegria que era tão visivel no rosto dele!


Tainã Alcântara