29 de abr de 2011

Descomedimento


É verdade que o tempo passa (todo mundo sabe disso)
Mas não é verdade que tudo passa com o tempo
E, no meu ponto de vista,  não deveria passar mesmo
Nem as coisas boas, nem as ruins
Tudo faz parte do que somos
Nos faz ser mais vividos, menos comedidos
Também é verdade que faz bem dividir
Trocar expereiencias
Ler coisas diferentes, de pessoas diferentes
Não que seja esse o caso (ele parece muito comigo)
Mas nossas escritas são dispares e complementares
O que faz esse descomedimento ser único
E especial pra mim

Tainã Alcântara

3 comentários:

Thiê disse...

Me senti muito lisongeado e agradecido. Somos tão parecidos nao é mesmo. E por isso mesmo descomedidos, nem tanto externamente, mais entre a carne emocional que nós vivemos. Um mundo dentro de nós, vamos tentar trazer facetas disso atraves de palavras. Em parceria, em revelia de sentidos. Amo muito você tai
Obridão

Rebeka Andrade disse...

muito lindo o rexto Tai... (:
tô seguindo ...

Rui disse...

Os gemidos da mão estremecida
Os brinquedos do tempo de criança
O sorriso fulgaz de uma esperança
E a primeira paixão da nossa vida.

O adeus que se da por despedida
E o desprezo que a gente não merece
O delirio da lagrima que desce
Um momento de angústia e de desgraça

Tudo passa, na vida tudo passa
Mas nem tudo o que passa a gente esquece

(Chico Pedrosa)