13 de set de 2009

Lagoa da Pedra Vermelha


Enquanto eu fujo
Sigo cantando
Cantigas, estradar
Novenas e Novelas

Em algum lugar do meu canto
Um canto só seu
Num silêncio dramático

Tainã Alcântara

Um comentário:

Mosaicista disse...

sempre tem um sentido