26 de mai de 2009

Por Brilho

Onde vá
Onde quer que vá
Leva o coração feliz
Toca a flauta da alegria
Como doce menestrel

Onda vá,
Onde quer que eu vá
Vou estar de olho atento
A tua menor tristeza
Por no teu sorriso o mel
Onde vá
Vá para ser estrela
As coisas se transformam
E isso não é bom nem mal
e onde quer que eu esteja
O nosso amor tem brilho
vou ver o teu sinal

Oswaldo Montenegro

3 comentários:

Mosaicista disse...

ismos rsrs

Mosaicista disse...

"onde quer que eu vá, o que quer que eu faça, sem vc não tem graça..."

Mosaicista disse...
Este comentário foi removido pelo autor.