23 de abr de 2008

Inesquecível Chuva




Em meio à chuva
As pétalas ficaram molhadas
Assim como sua pele suada
Que ao mesmo tempo
Que é doce, também é amarga.

Amarga porque assim
Como a chuva ao cair
Você me disse:
Logo irei partir!

Queria poder
Controlar o tempo
Para fazer
Essa chuva durar
O quanto quiséssemos
E assim juntos
Podermos ficar!

Mas a chuva está
Para acabar
E não vou mais me importar
Com o quanto vai durar
O que importa
É que chova
O bastante pra ser inesquecível!

Davi Linhares


Não é simplesmente perfeito esse texto?

Tai

5 comentários:

Luis Pereira disse...

chuva serve pra juntar as pessoas.

sâm disse...

relmente lindo o texto tai, e ainda me lembra ''Santa chuva'' dos los hermanos =D
...

Bela disse...

aiai... (suspiro)
Parafraseando Marla de Queiroz, "E, na soberania dessa simplicidade, a coisa toda se deu."

Xero!

Melquisedeck disse...

"Todo carnaval tem seu fim em bonfim" esse texto leva á cena, consigo sentir a angustia dos últimos minutos.

Tainã Alcântara disse...

hauhaua
então tá melqui
na musica n tinha essa parte de bonfim neh?? rs